Anterior

ANTERIOR

Confraderj realiza 20º Simpósio de Missões

14/08/2018

Assembleia de Deus

AD em Curitiba realiza o Domingo da Igreja Perseguida

Movimento liderado pela Missão Portas Abertas mobilizou igrejas em todo o Brasil no último dia 27 de maio

Fonte: AD Curitiba / com fotos de Ulisses Camargo | 01/06/2018 - 10:25
AD em Curitiba realiza o Domingo da Igreja Perseguida

O Domingo da Igreja Perseguida é um movimento de oração em prol dos cerca de 215 milhões de cristãos ao redor do mundo que enfrentam perseguição, discriminação, violência e até mesmo a morte por confessarem Jesus como Senhor de suas vidas.

O evento idealizado pelo irmão André, fundador da Portas Abertas, acontece no Brasil desde 1988 e tem os objetivos de primeiro, servir os cristãos perseguidos em oração, segundo conscientizar a Igreja Brasileira a respeito da perseguição religiosa. Igrejas do Brasil inteiro dispõe seus cultos ou partes deles para fazer algo em prol de quem é perseguido por amor a Cristo.

O foco do Domingo da Igreja Perseguida é que essa realidade dos cristãos perseguidos seja conhecida no Brasil, mas também é um convite para que as Igrejas Brasileiras tenham o privilégio de ORAR e compartilhar lutas e vitórias com eles. Neste dia, também, as igrejas que desejam levantam uma oferta que é totalmente destinada a ajudar os irmãos perseguidos ao redor do mundo. Anualmente a Open Doors International, que é a sede da Missão na Holanda e Estados Unidos, elaboram o tema para o evento mais importante da Missão que é chamado DIP - Domingo da Igreja Perseguida, data essa que é calculada aproximadamente 40 dias após o Pentecostes.

Esse ano de 2018 caiu no dia 27 de maio, e tivemos como foco a Índia, país multicolorido que teve o maior crescimento na Lista de Perseguição no último ano. A Índia é considerada uma nação exótica e pacífica. A pluralidade de deuses e cores mostram os traços do hinduísmo. Mas para os cristãos locais, a perseguição cresce a cada ano. Apenas em 2017, foram registrados 351 crimes contra os cristãos foram agredidos fisicamente, 34 igrejas atacadas e 336 tiveram que fugir de suas casas.
 
Perseguidos mas não abandonados (2 Co 4.9)

"Na Assembleia de Deus em Curitiba, liderada pelo pastor Wagner Gaby, o Domingo da Igreja Perseguida foi dedicado com um clamor específico pela Índia, enfatiza Cacilda Pesch, coordenadora local". O culto foi conduzido pelo pastor Márcio Vinícius, que é o co-pastor no templo Sede.

A programação teve início com a entrada das portas bandeiras mirins, juniores e adolescentes com um breve relato de como surgiu a Missão Portas Abertas. As crianças, sob a direção da maestrina Jesana Correia, cantaram adorando ao Senhor Jesus! O Departamento Infantil no Templo Sede é coordenado pelas irmãs Elizamar Leandro Paes e a missionária Damares Azarias que muito se esforçaram juntamente com as demais professoras, para que o DIP fosse coroado de pleno êxito! Todas vestidas a caráter indiano, abrilhantaram o momento de grande significância. Também foi levantada uma oferta específica para atender as necessidades da igreja perseguida no mundo. O alto preço que os cristãos perseguidos pagam por sua fé, às vezes com a suas próprias vidas, tocou profundamente a igreja!

A Palavra de Deus foi proferida pelo presbítero Henrique Pesch com o tema "...PERSEGUIDOS, MAS NÃO ABANDONADOS; ABATIDOS, PORÉM, NÃO DESTRUÍDOS” (2 Co 4.9). A Glória do Senhor manifestou-se entre os presentes. Ao final da preleção, muitas vidas estiveram no altar rendendo-se ao Senhor.