Anterior

ANTERIOR

Pastores aprovam a Declaração de Fé das Assembleias de Deus

26/04/2017

43ª AGO da CGADB

Palavra de despertamento marcou o culto da 43ª AGO na noite desta quarta-feira

Preletor da noite, pastor Josué Brandão destacou a importância do tema “Salvação e Livre Arbítrio”, proposto para a 43ª AGO

Redação CPAD News | 26/04/2017 - 22:05
Palavra de despertamento marcou o culto da 43ª AGO na noite desta quarta-feira

O culto da noite neste segundo dia da 43ª AGO teve início às 19h30 desta quarta-feira (26). O pastor José Prado Veiga fez a abertura com uma palavra de oração e convidou a todos os presentes para entoarem os hinos da Harpa Cristã, Os guerreiros se preparam (212), Santo, Santo és Tu Senhor (252) e Um pensão real (406). Acompanhados da Banda de Música local, em uníssono, todos cantaram em honra ao Senhor.

O templo da Assembleia de Deus, Ministério do Belém, ficou repleto de fieis, juntamente com suas famílias e pastores oriundos de diversas regiões do Brasil.

Na continuação, pastor Prado Veiga convocou o Quarteto Gileade, da CPAD Music, para entoar a canção Oração. A cantora Lília Paz também adorou ao Senhor com louvores do seu mais recente trabalho pela CPAD Music. Em seguida o cantor Raphael Dias também louvou ao Senhor.

Pastor Alberto Serafim fez a leitura oficial da Palavra no Salmo 133 e, na sequência, participaram o Coral do Círculo de Oração e o Coral de Adolescentes. Pastor Álvaro Alén Sanches fez ainda um momento de oração e, na sequência, o pastor Luiz César Mariano, intercedeu a Deus pelo preletor  da mensagem da noite.

O preletor da noite foi o pastor Josué Brandão, de Feira de Santana, na Bahia, que pregou a mensagem da Palavra de Deus baseada em Romanos 8.29. O pastor qualificou o tema da AGO como fantástico. Segundo ele, não podemos pregar de modo apaixonado, flamejante, mas de maneira que os irmãos possam compreender.

De acordo com o pastor, as pessoas estão indo para a igreja porque querem solução para problemas conjugais; comparecem a uma igreja para tornarem-se clientes, para resolver o seu problema; se precisam de dinheiro, procuram um lugar onde a busca por bens é divulgada.  "Mas a prioridade de Jesus é a salvação da alma do homem. A busca deve ser para alcançar salvação através de sua morte na Cruz".  
                      
Pastor Josué destacou ainda que “não se pode deixar que movimentos escusos cresçam no ambiente da Igreja, mas orientar os crentes para evitar tais doutrinas”. “Todas as vezes que a predestinação é invocada na Bíblia, jamais é precedida pelos pronomes Tu, Ele e Eu, mas pelos pronomes Nós, Eles, Vós. Quando a Bíblia fala de predestinação é quando uma pessoa "embarca" na Igreja está se predestinando para ir ao céu, e se não deseja ir para o céu é só recusar a proposta do Evangelho de Jesus”.

“Os melhores mestres debatem esse assunto intenso e eu preciso te dizer a salvação é o projeto de Deus para alcançar os homens de todo o mundo. Deus é o idealizador da salvação. Toda a Bíblia é a mensagem da salvação. Salvação não é o plano B de um Deus desesperado, mas o plano eterno de Deus”, finalizou.